Sindicatos discutem o fortalecimento político do movimento sindical

Sindicatos discutem o fortalecimento político do movimento sindical

Central sindical da qual o Sindicato Nacional dos Mestres de Cabotagem e dos Contramestres em Transportes Marítimos (SINDMESTRES) é filiado, a União Geral dos Trabalhadores do Rio de Janeiro (UGT-RJ) reuniu, nesta terça-feira, 19, lideranças de sindicatos de diversos setores da economia para discutir o fortalecimento da representação dos trabalhadores.

Diretor presidente do SINDMESTRES e Secretário para Assuntos de Marinha Mercante, Portos e Vias Navegáveis da UGT, Valter Martins Ramos participou da plenária que, entre tantas abordagens, debateu sobre estratégias a serem implementadas para a sobrevivência das entidades filiadas, afetadas com as alterações impostas pela reforma trabalhista.

A reunião, conduzida pelo presidente interino da UGT-RJ, Manoel Martins Meireles, também deu destaque para o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no próximo dia 28, da constitucionalidade das mudanças no recolhimento da contribuição sindical.

Meirelles pediu o apoio de todos para a eleição de candidatos comprometidos com os trabalhadores.  “Vamos escolher pessoas que nos representem de fato”, disse ele, enfatizando a necessidade de união de todos os sindicatos filiados em prol do fortalecimento político do movimento sindical.

Diretor Jurídico da UGT-RJ e membro do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Geração de Renda (Ceterj), Cláudio Rocha lembrou que os trabalhadores têm a menor bancada na Câmara dos Deputados, o que enfraquece o poder de defesa de seus interesses. Ele ratificou a fala de Meirelles, reforçando a ideia de que a conquista de espaços políticos dependerá da união e envolvimento de todos (familiares, funcionários, amigos e grupos sociais).

print